Governo de Minas Portal Minas
Você esta aqui: Home

ALMG prepara grandes eventos para março

E-mail Imprimir PDF

Dia da Mulher e população em situação de rua serão temas de encontros que a Assembleia promoverá no próximo mês

A Assembleia Legislativa (ALMG) está se preparando para a realização de dois grandes eventos no mês de março: Mulheres na Luta por direitos, comemorando o Dia Internacional da Mulher; e o fórum técnico sobre população em situação de rua, com início em março e etapa final em abril. Na última quinta-feira (8), foram realizadas duas reuniões preparatórias para fechar a programação e outros aspectos desses eventos.

Na primeira delas, os participantes definiram que haverá um grande evento na Praça Sete, em Belo Horizonte, no Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, com o tema Mulheres na Luta por Direitos, unificando diferentes frentes nessa causa.

A reunião preparatória foi conduzida pela presidente da Comissão Extraordinária das Mulheres, deputada Marília Campos (PT), acompanhada pela deputada Geisa Teixeira (PT). Contou ainda com a participação de diversos coletivos de mulheres e movimentos sociais do Estado.

Também participaram representantes do gabinete da deputada Ione Pinheiro (DEM), de órgãos do Estado e da Prefeitura de BH, além da Associação Mineira de Municípios (AMM), da Defensoria Pública, da Delegacia de Mulheres e da Polícia Militar, entre outros.

PROPOSTA - A deputada Marília Campos apresentou a proposta da atividade unificada na Praça Sete, com um grande ato de encerramento, às 18 horas. Cada movimento ou coletivos de mulheres terá horário pré-definido, entre 10 e 18 horas, para sua programação específica: debates, enquetes, rodas de conversa, oficinas, apresentações culturais e afins.

Entre as temáticas consideradas essenciais para a pauta foram destacadas: o combate à proposta de reforma previdenciária e à violência contra a mulher e a luta pela democracia e por maior participação das mulheres na política.

Antes do ato unificado, os coletivos realizarão atividades próprias, em diferentes pontos da Capital, e todos marcharão para a Praça Sete.

Na reunião, também foram tratadas questões relacionadas à comunicação, como a escolha da identidade visual, o foco na elaboração de peças para redes sociais e a definição da hashtag #mulheresnalutapordireitos.

ACAMPAMENTO - Entre 6 e 8 de março, mais de 1.500 mulheres do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e da Frente Brasil Popular (FBP) vão acampar na ALMG, onde realizarão oficinas e debates. No dia 7, a partir das 19 horas, no Hall das Bandeiras, haverá a Noite Cultural das Mulheres em Luta, com apresentações artísticas. No dia 8, parte do grupo irá à Praça Sete.

A deputada Marília Campos voltou a destacar a necessidade da aprovação, em 2º turno, do Projeto de Resolução (PRE) 49/17, de autoria da Mesa da Assembleia, que cria a Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher. Marília Campos insistiu para que as mulheres compareçam ao plenário sempre que a matéria estiver em pauta.

Share on Facebook
 

|| Telefones de Contato

Governo de Minas Area