Governo de Minas Portal Minas
Você esta aqui: Home

TJMG tem novo presidente para concluir biênio 2016-2018

E-mail Imprimir PDF

Desembargador Geraldo Augusto, eleito pelo Tribunal Pleno, pediu união e o apoio de todos

O desembargador Geraldo Augusto de Almeida foi eleito, na sexta-feira (13), presidente do Tribunal de Justiça (TJMG). O magistrado ocupa vaga deixada pelo presidente Herbert Carneiro, que faleceu na semana passada. Geraldo Augusto foi eleito pelo Tribunal Pleno para ocupar o cargo até junho deste ano, quando se encerra o biênio 2016/2018. O novo presidente foi empossado assim que terminou a eleição, que reuniu 94 desembargadores.

Além de terminar este biênio, o novo presidente conduzirá a transição até a posse dos dirigentes para o período 2018-2020, que serão eleitos em sessão do Tribunal Pleno no próximo dia 23.

Durante a cerimônia de posse, o presidente Geraldo Augusto fez um breve discurso, em que agradeceu à família e aos amigos pelo apoio ao longo de mais de 40 anos de magistratura. "Esse é um momento difícil, em que enfrentamos desafios inusitados na história do Tribunal. Isso não seria possível sem o apoio e a amizade de todos. Esse mandato é um encargo e é pesado. Só posso levá-lo adiante com o auxílio de todos", afirmou.

TRANSIÇÃO - O novo presidente pediu união aos magistrados para a conclusão do biênio, que será também para finalizar o trabalho do desembargador Herbert Carneiro. "Queremos ainda trazer ideias novas, de forma a dar a nossa contribuição para quem for eleito no dia 23. Pretendo conduzir uma eleição tranquila e ajudar na transição", disse. Ele lembrou que os cargos públicos são provisórios, de prestação de serviços à sociedade.

"Assumo essa missão pedindo a Deus que supra minhas limitações". O novo presidente concluiu sua fala com palavras dirigidas aos servidores. Ele afirmou que o desembargador Herbert Carneiro se preocupava com os profissionais que atuam no TJMG. Por isso, ao assumir o cargo, dará continuidade a esse diálogo.

POSSE - Na solenidade, o desembargador Geraldo Augusto leu o termo de compromisso e assinou o termo de posse. Ele foi eleito com 89 votos. A sessão foi presidida pelo desembargador Wagner Wilson, 2º vice-presidente do TJMG. Geraldo Augusto, que neste biênio ocupava o cargo de 1º vice-presidente, substituiu o presidente Herbert Carneiro durante os períodos de licença-saúde nos últimos meses. Para se candidatar ao cargo na eleição de sexta-feira, ele renunciou à função de 1º vice-presidente. Nenhum outro magistrado se inscreveu para concorrer.

Como a 1ª vice-presidência ficou vaga, um novo edital será publicado nos próximos dias para a realização de uma eleição, que vai escolher o magistrado que ocupará o cargo até o término deste biênio.

TRAJETÓRIA - O desembargador Geraldo Augusto tem 69 anos e nasceu em Juiz de Fora, na região da Mata mineira. Bacharel em Psicologia e Direito pela Universidade do Estado da Guanabara, ingressou na magistratura em 1977, tendo atuado como juiz nas comarcas de Ibiraci, Passa-Quatro, Santa Rita do Sapucaí, Três Corações e Belo Horizonte. Em 1994, foi promovido ao extinto Tribunal de Alçada do Estado de Minas Gerais (TAMG). Em março de 2002, tornou-se desembargador do TJMG.

Integrou o Conselho de Magistratura do Tribunal, a Comissão Supervisora dos Juizados Especiais do Estado e foi vice-presidente do Centro de Estudos Jurídicos do TAMG. Presidiu, ainda, o Tribunal Regional Eleitoral do Estado.

Na área acadêmica, foi superintendente-adjunto da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef) de 2006 a 2007, tendo coordenado diversas edições de cursos de Formação Inicial de Juízes de Direito e compondo três vezes a banca examinadora (Direito Civil e Direito Processual Civil) para o Concurso de Ingresso para Juiz de Direito de Minas Gerais. No magistério, lecionou Direito Civil na Faculdade Milton Campos, em Belo Horizonte. Concluiu pós-graduação em Direito Civil na Universidade de Coimbra (Portugal).

Share on Facebook
 

|| Telefones de Contato

Governo de Minas Area