Governo de Minas Portal Minas
Você esta aqui: Home

Austeridade e eficiência serão a tônica da gestão empossada no Governo do Estado

E-mail Imprimir PDF
Austeridade e eficiência serão a tônica da gestão empossada no Governo do Estado

CREDITO: omar freire/imprensa-mg

O governador Romeu Zema e o vice-governador Paulo Brant tomaram posse nesta terça-feira (1º), em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa (ALMG). Diante do grave quadro de crise financeira, ele convocou todos os mineiros a firmar um Pacto por Minas para que seja possível, com um modelo de gestão diferente e mais eficiente, atender às demandas da sociedade, regularizar repasses aos municípios e garantir os direitos dos servidores.

Em seu pronunciamento, disse que irá dialogar com todas as regiões do Estado, cada uma com demandas históricas e urgentes, com o objetivo de avançar promovendo "maior prosperidade e melhor ambiente para quem trabalha e quer trabalhar".

Zema assume o Estado diante de um quadro de dificuldades, com previsão de déficit nas contas correntes que pode chegar a R$ 30 bilhões em 2019 e superar os R$ 100 bilhões se nada for feito nos próximos anos. "Passaremos por tempos difíceis, em que reformas administrativas e fiscais terão de ser levadas adiante, para que os servidores possam receber os seus salários conforme determina a lei, o mais tardar até o 5º dia útil do mês seguinte. Para que as prefeituras possam voltar a receber os valores que têm por direito, e para que possamos ter condições de investir no que deve ser as prioridades do Estado, que são: segurança, saúde, educação e infraestrutura", ressaltou.

NA CIDADE ADMINISTRATIVA - Após as solenidades na Assembleia Legislativa, Romeu Zema, acompanhado pelo vice-governador Paulo Brant, abriu a cerimônia na Cidade Administrativa revistando a tropa e cumprimentando a população presente. O governador anunciou que adotará medidas emergenciais para enxugar gastos e retomar a eficiência do poder público. Entre as medidas, estão a redução do número de secretarias, de cargos comissionados e práticas de austeridade com o uso de recursos públicos. Afirmou que irá se comprometer para garantir maior eficiência da máquina pública, com geração de empregos e valorização de servidores.

Com isso, o governador pretende tornar o modelo de gestão de Minas Gerais vitrine e inspiração para o Brasil. "Espero, e acredito, que o Brasil, olhando para Minas, veja que é possível fazer uma gestão pública diferente, eficiente e comprometida com as pessoas e não com os políticos. Para que o Estado volte a crescer e possa gerar mais empregos, pretendo retomar a credibilidade e crescimento econômico de Minas Gerais. A oportunidade de construirmos esta nova história está colocada, e, contando com o apoio de todos vocês, caminharemos unidos, com fé e dedicação. Faremos um governo eficiente para ter uma Minas Gerais diferente. Esta é a meta desta nova gestão", concluiu. (Página 2 e 3)

Share on Facebook
 

|| Telefones de Contato

Governo de Minas Area